segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Água

video

Os beneficios da couve

COUVE
Ingrediente indispensável do caldo Verde, que herdamos de Portugal, a couve, além de ser barata e fácil de encontrar em todo o país, oferece vários benefícios.
 Surpresa ?
 Nós também ficamos. A questão é quanto mais OS especialistas estudam essa verdura, mais surgem vantagens. Chega a parecer uma bula de remédio : a couve é anti-inflamatória e cicatrizante. E, super importante, ajuda a fixar o cálcio nos ossos.

De onde vêm esses poderes? Dos glicosinolatos, fitoquímicos naturais que, por terem ação desintoxicante, estimulam o organismo a se livrar até mesmo das substâncias cancerígenas, além de fortalecer o sistema imunológico. A partir daí, tudo funciona melhor. Quando você coloca a verdura no prato, também se serve de uma variedade incrível de vitaminas e minerais que, combinados aos fitoquímicos, favorece a absorção
Dos outros nutrientes DA refeição, especialmente do cálcio.
Nesse aspecto, a nutricionista Denise Madi Carreiro, de São Paulo, chega a comparar a folha ao leite materno.
Denise, que é conselheira do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional, afirma que a couve é um alimento até mais adequado para OS ossos que o leite de vaca.
“Além de ter cálcio e magnésio, ela carrega esses dois minerais na proporção adequada”, explica a nutricionista. O que isso significa ? O cálcio precisa do magnésio na medida certa para conseguir exercer suas funções, entre elas, formar a massa óssea.
O leite de vaca tem nove vezes menos magnésio e três vezes mais cálcio do que a proporção necessária. Segundo Denise, isso faz com que o cálcio do leite tenha dificuldade de se fixar no nosso esqueleto. “Pior, ele rouba o magnésio existente no organismo. E, como a maior parte desse mineral FICA concentrada dentro do osso, consumir mais cálcio do que magnésio aumenta o risco de perda de massa óssea. Daí para a osteoporose é um pulo”, diz a especialista.
O magnésio ainda é parceiro do cálcio em várias outras tarefas: ajudar o corpo a se livrar do acúmulo de gordura, manter a pressão arterial sob controle, regular a ação de hormônios e controlar OS movimentos dos músculos (o cálcio contrai a musculatura e o magnésio relaxa). Além disso, o magnésio é fundamental para a formação e funcionamento de todos OS neurotransmissores, sem exceção. É por isso que sem ele você se sente desanimada e até mal-humorada.
Na couve, o magnésio faz parte DA clorofila – substância que dá a cor Verde à folha e com potencial de renovar as células do nosso organismo. Quer dizer que a verdura tem mais essa vantagem : rejuvenesce. Depois de descobrir todos OS poderes dela, a gente FICA até com vontade de fazer uma “plantação” em Casa.
Aproveite para colocar a couve mais vezes no seu cardápio. Você vai perceber a diferença na pele, no pique e na balança! 
Benefícios da couve:
 • combate a celulite
• ajuda a eliminar a gordura
• regula OS hormônios
• melhora o humor
• desintoxica...
 Saúde e Paz!

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Como ingerir corretamente as frutas

Fruta é o mais perfeito, gasta uma quantidade mínima de energia para ser digerida e dá ao seu corpo o máximo ao seu corpo.
O único alimento que faz o seu cérebro trabalhar é a glicose.
A fruta e principalmente frutose (que pode ser transformada com facilidade em glicose), é na maioria das vezes 90-95 % de água. Isso significa que ela está limpando e alimentando ao mesmo tempo.

O único problema com as frutas é que a maioria das pessoas não sabe como comê-las de forma a permitir que o corpo use efetivamente seus nutrientes.
Devem-se comer frutas sempre com o estomago vazio. Por quê?
A razão é que as frutas não são, em princípio, digeridas no estomago: são digeridas no intestino delgado.
As frutas passam rapidamente pelo estomago, dali indo para o intestino, onde liberam seus açúcares. Mas se houver carne, batatas ou amidos no estomago, as frutas ficam presas lá e começam a fermentar.
 Você já comeu alguma fruta de sobremesa, após uma lauta refeição, e passou o resto da noite arrotando aquele desconfortável sabor restante?
É porque você não a comeu da maneira adequada.
 Devem-se comer frutas sempre com o estomago vazio.
A melhor espécie de fruta é a fresca ou o suco feito na hora.
Você não deve beber suco delata ou do recipiente de vidro. Por que não? A maioria das vezes o suco foi aquecido no processo de vedação e sua estrutura tornou-se ácida.
Quer fazer a mais valiosa compra que possa? Compre uma centrífuga!
Você pode ingerir o suco extraído na centrífuga como se fosse à fruta, com o estomago vazio.
E o suco é digerido tão depressa que você pode comer uma refeição quinze ou vinte minutos mais tarde.
O Dr. William Castillo, chefe da famosa clínica cardiológica Framington, de Massachusetts, declarou que fruta é o melhor alimento que podemos comer para nos proteger contra doenças do coração.
Disse que as frutas contêm bioflavinóides, que evitam que o sangue se espesse e obstrua as artérias.
Também fortalecem os vasos capilares, e vasos capilares fracos quase sempre provocam sangramentos internos e ataques cardíacos.

Agora, uma coisa final que gostaria que mantivesse em sua mente sobre frutas.
Como se deve começar o dia?
O que se deve comer no café da manhã?
Você acha que é uma boa ideia pular da cama e encher seu sistema com um grande monte de alimentos (principalmente café e o pão branco com manteiga), que levará o dia inteiro para digerir? Claro que não.
O que você quer é alguma coisa que seja fácil de digerir, frutas que o corpo pode usar de imediato, e que ajuda a limpar o corpo.
Quando levantar-se, e durante o dia, o quanto for confortavelmente possível coma só frutas frescas e sucos feitos na hora.
Mantenha esse esquema até pelo menos o meio-dia, diariamente.
Quanto mais tempo ficar só com frutas em seu corpo, maior oportunidade de ele limpar-se.
Se você começar a se afastar dos outros “lixos” com que costuma encher seu corpo no começo do dia, sentirá uma nova torrente de vitalidade e energia, tão intensa que você mal acreditará.
Tente durante os próximos dez dias e veja por si mesmo. Os chineses e os japoneses bebem chá quente (de preferência chá verde) durante as refeições.
Nunca água gelada ou bebidas geladas.
Deveríamos adotar este hábito!
Líquidos gelados durante e após as refeições solidificam os componentes oleosos dos alimentos, retardando a digestão.
Reagem com os ácidos digestivos e serão absorvidos pelo intestino mais depressa do que os alimentos sólidos, demarcando o intestino e endurecendo as gorduras, que permanecerão por mais tempo no intestino.
Daí o valor de um chá morno ou até água morna depois de uma refeição. Facilita a digestão e amolece as gorduras para serem expelidas mais rapidamente, que também ajuda no emagrecimento.

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Plantas Purificadoras de ar

Plantas Purificadoras de ar:


1. Palmeira de Bambu : elimina formaldeído e também atua como um umidificador natural.

2. Espada de São Jorge: serve para absorver os óxidos de nitrogênio e formaldeído.


3. Palmeira: uma das melhores plantas purificadoras do ar. Para a limpeza do ar em geral.

4. Planta aranha: grande planta para o interior da casa que elimina o monóxido de carbono e outras toxinas e impurezas. .

5. Lírio de paz: este poderíamos chamar de "limpeza de todos." Frequentemente são colocados no banheiro ou lavanderia, uma vez que eles são conhecidos para a remoção de esporos de fungos. Também conhecido para eliminar formaldeído e tricloroetileno (é um hidrocarboneto clorado comumente usado como um solvente industrial ).

6. Gérbera: no solo estas maravilhosas flores eliminam o benzeno no ar, são conhecidos para melhorar o sono ao absorver dióxido de carbono e emitem mais oxigênio durante a noite.

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Apos os 60 anos. Leia, é realmente SÉRIO e IMPORTANTE !


Leia, é realmente SÉRIO e IMPORTANTE !

Sempre que dou aula de Clínica Médica a estudantes do quarto ano de
Medicina, lanço a pergunta:
Quais as causas que mais fazem pessoas com mais de 60 ANOS terem
confusão mental?
Alguns arriscam: tumor na cabeça. Eu digo: Não; não.
Outros apostam: Mal de "Alzheimer". Respondo, novamente:
Não. A cada negativa a turma espanta-se.
E ficam ainda mais boquiabertos quando enumero os três responsáveis mais
comuns:1)- diabetes descontrolado; 2)- infecção urinária; 3)- a família passou
um dia inteiro no shopping, enquanto os familiares mais velhos ficaram em
casa.
Parece brincadeira, mas não é.
Constantemente, sem sentir sede, deixamos de tomar líquidos.
Quando falta gente em casa para lembrar, os idosos desidratam-se com rapidez.
A desidratação tende a ser grave e afeta todo o organismo.
Pode causar confusão mental abrupta, queda de pressão arterial, aumento
dos batimentos cardíacos ("batedeira"), angina (dor no peito), coma e até
morte.
Insisto: não é brincadeira.
A partir dos 60 anos, temos pouco mais de 50% de água no corpo.
Isso faz parte do processo natural de envelhecimento.
Portanto, menor reserva hídrica.
Mas há outro complicador: mesmo desidratados, as pessoas 
maiores de 60 anos não sentem vontade de tomar água, 
pois os seus mecanismos de equilíbrio interno não funcionam muito bem.

Conclusão:
Pessoas com mais de 60 anos desidratam-se facilmente, não apenas
porque possuem reserva hídrica menor, mas também porque percebem menos a
falta de água em seu corpo.
Mesmo que a pessoa seja saudável, fica prejudicado o desempenho das reações
químicas e as funções de todo o seu organismo.
Por isso, aqui vão dois alertas:
O primeiro é para os MAIORES DE 60 ANOS:     
Tornem voluntário o hábito de beber líquidos.
Por líquido entenda-se água, sucos, chás, água-de-coco, 
gelatina e frutas ricas em água, como melão, melancia, abacaxi e
tangerina.

O importante é, a cada duas horas, tomar algum líquido.
Lembrem-se disso!
Meu segundo alerta é para os familiares:
Ofereçam constantemente líquidos aos familiares com mais de 60 anos.
Ao mesmo tempo, fiquem atentos.
Ao perceberem que estão rejeitando líquidos e, de um dia para o outro,
ficam confusos, irritadiços, fora do ar, atenção:
é quase certo que sejam sintomas decorrentes de  desidratação.
"Líquido neles e rápido para um serviço médico".
(Arnaldo Lichtenstein (46), médico, é clínico-geral do Hospital das
Clínicas e professor colaborador do Departamento de Clínica Médica da
Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - USP).
Gostou? Então divulgue !
Seus amigos, que estão perto ou ultrapassam os 60 anos,  merecem saber !